Beauty

Teorias de uma maquilhadora?

15 Junho, 2017

No automatic alt text available.

Maquilhagem. O meu amor, a essência do meu trabalho e a melhor parte da minha profissão. Não é novidade para ninguém o quanto a maquilhagem passou a ser um gosto, um prazer, e logo para mim que nunca fui muito dessas coisas. As cores, as texturas, as diferenças que se vê em segundos pelo mais pequeno pormenor, as invenções que podemos fazer com cada tipo de rosto e com tipo de cada olho. Sim, é uma paixão.

No entanto, maquilhadora formada que sou, gosto mais de praticar as minhas artes nos outros do que em mim própria. Não que esteja sempre em modo preguiçosa e não tenha paciência para perder tempo comigo, nada disso. Simplesmente gosto de sentir a minha pele o mais simples e leve possível, e por isto quero dizer que odeio sentir base no rosto. Sim, fica bonito e imensamente diferente, com uma tez perfeita e coiso e tal, mas ao final do dia (eu sendo eu uma pele jovem já com sinais de idade, ou como preferirem, as ditas linhas de expressão bastante vincadas) fico com um ar mais velho e pesado do que tenho normalmente com a pele limpa, e tudo por causa das rugas, essas malvadas.

Sou uma maquilhadora que prefere brincar com os olhos. Conjugar quase 6 cores no mesmo olho, modificar o formato, dar mais luminosidade onde é preciso e transformar completamente um olhar, deixando-o de acordo com a ocasião: mais misterioso, mais divertido, mais sedutor, mais intenso, mais marcante. Se dizem que os olhos são o espelho da alma, porque não mostrar o melhor dela cá para fora? É esse o meu foco, é a isso que me dedico e é disso que gosto. Sou uma maquilhadora de olhos. Óbvio que maquilho tudo o resto, e gosto, mas a minha paixão é mesmo transformar o olhar. Tanto em mim como nos outros. É mais divertido e desafiante. Lógico que transformar uma pele que esteja com manchas ou em plena crise de acne também se torna um desafio engraçado devido à quantidade de técnicas e de produtos que temos de utilizar,  mas não é bem a mesma coisa.

De acordo com o que percebi, cada maquilhadora tem a sua preferência, a sua paixão. Umas são os olhos como no meu caso, outras a pele, outras os lábios e por aí fora. São teorias ou manias de cada uma. E com cada uma delas se pode aprender mais um truque ou outro, uma técnica ou duas, um produto ou dois. Comigo acontece muito, conversar com outras maquilhadoras e descobrir as vantagens de outros produtos que nem conhecia no mercado, marcas que fazem a diferença. É todo um Mundo de descobrimentos e cada maquilhadora é um poço de conhecimento.

Agora contêm-me tudo: Quais as vossas técnicas preferidas? Quais as zonas que mais gostam de maquilhar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.