Beauty

Quando a minha pele não me facilita a vida.

25 Maio, 2016

Ora bem, já todas percebemos que o verão este ano é coisa para não ser muito resistente e duradoura, em que em pleno mês de Maio podemos ver pessoas na rua com botas e casacos de penas, por isso mesmo penso que será caso para dizer que provavelmente podemos esquecer aquele bronzeado dourado com que sonhamos todos os anos. Pelo menos através de raios solares claro está. A outra opção será recorrerem a auto-bronzeadores para esse mesmo efeito. Não há nada que ter medo, quando a coisa é utilizada como deve ser, seguindo as indicações das embalagens e as dicas das conselheiras de beleza, garanto-vos que nada pode correr mal e conseguem ficar com aquela cor de verão sem muito esforço.

Se eu vos disser que durante estes ultimos 4 anos, a utilização do auto-bronzeador no rosto foi uma coisa regular e assidua, acreditavam? Tendo em conta as fotografias que vou tirando sem maquilhagem e colocando nas redes sociais, quase que aposto que não acreditam em mim, mas sim é verdade. Durante os ultimos anos coloquei auto-bronzeadores no rosto todos os dias, passando por várias marcas e obtendo sempre o mesmo resultado, que é absolutamente nenhum. Quer dizer, não vamos ser injustas com os produtos, porque no fundo até se nota qualquer coisinha, caso contrário diriam que eu estava doente com anemia ou coisa que o valha de tão branca que sou. Por norma só faço a aplicação no rosto, porque no corpo nem é tão necessário, e sim, se aplica-se os mesmos produtos também no corpo ficava com uma cor de verão num abrir e fechar de olhos, mas no rosto não vale a pena nem tentar marcas novas ou mais caras que o efeito continua a ser o mesmo. No rosto, nos pés e das mãos. É como se tivesse uma cabeça que pertencia a um corpo diferente, ou então que coloquei as mãos, os pés e a cabeça num balde de lixivia deixando o resto do corpo ficar com a cor normal, ou anormal, já nem sei.

CHANEL, Clarins, Lancaster e sei lá mais o quê, já utilizei de tudo e continuo na mesma. Como se a minha pele do rosto não quisesse ser de uma cor normal e saudável, obrigando-me a parecer doente e deprimida. Não me facilita nem um pouquinho. Mas não desistindo à primeira, nem à segunda e nem à terceira, cá vamos tentar novamente com um produto Collistar que chegou agora à loja e que promete ser o melhor produto do mercado a nível mundial. Caso funcione, prometo que vos conto tudo. Por enquanto cá continuamos com a brancura do costume, a fazer concorrência com um boneco de neve mais magro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.