Beauty

Piada ou indirecta?

24 Novembro, 2015

Chegou ontem ás lojas a nova fragrância da marca Moschino, de nome Fresh Couture, e apesar de ser um aroma até bastante mais agradável para o meu narizinho do que qualquer das edições anteriores, o que realmente chama mais a atenção, é a embalagem. A cartonagem é branca, muito simples, com uma risca dourada na parte inferior da caixa, mas o frasco minha gente, o frasco é TOP como diria a minha querida Ana Mateus. É exactamente o que podem ver na imagem acima. Uma réplica de um frasco de limpa vidros. E apenas com um dia no linear das novidades de perfumante já chamou mais atenção do que qualquer outra fragrância que me possa lembrar.

Mas sendo eu daquele género de pessoa que está sempre a dar corda à caixa de massa cinzenta, comecei a imaginar as reacções das mulheres que por acaso vão receber este perfume no Natal. Será que se vão partir a rir com a embalagem, ou dar com ela na cabeça dos maridos, namorados e amantes por acharem que é uma espécie de indirecta? Por muito engraçada e criativa que a embalagem possa ser, como feminista extrema (sim, sou um pouquinho quando quero) encaminho a mensagem para outro lado. Porque raio não podia ser a embalagem uma peça de roupa ou até mesmo um sapato? Porquê uma embalagem a relembrar os produtos de limpeza que muitas mulheres tentam esquecer durante todos os dias?

É certo que não estou a imaginar assim mais nada alusivo à frescura, como penso ter sido o pensamento da marca, sem ser um ambientador para a casa, mas é da Moschino que estamos a falar. Não me digam que eles não conseguiam nada que não lembrasse as mulheres que têm a casa para limpar?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.