Life

Palavras, e apenas Palavras.

23 Novembro, 2016

Já nem sei quantas horas passei hoje a olhar para as fotos alegres que percorrem todos os cantos do meu quarto. Fotos com pessoas que significam o Mundo, com momentos que ficaram para sempre nas nossas histórias, com sorrisos que nos marcaram e nos deixaram sonhar. A minha mente pergunta-me quando teremos oportunidade de voltar a sorrir daquela maneira e de quando voltaremos a ter a oportunidade de sonhar e de ser livres. Hoje não lhe sei responder a isso. Hoje não é um dia de fotos, mas sim um dia de palavras. Palavras que podem ou não fazer todo o sentido, palavras que são precisas para nos aquecer o coração. Passo os dias a escrever por aqui, piadas secas e sem motivo, mas hoje não estou aqui para agradar ninguém, apenas para escrever o que vai cá dentro e dar algum sossego a mim mesma com tudo aquilo que não digo em voz alta, com tudo aquilo que digo a mim mesma sobre mim própria sem proferir um único som.

Apesar de não conseguir dar uma definição exacta do que é realmente uma má pessoa, não me considero uma. Mas no meio de todo este Mundo confuso serei no fundo uma boa pessoa? O que significa isso afinal? Escrevo estas palavras e dou por mim a olhar para a janela na esperança de que os raios de sol lá fora não se desvaneçam ao longo do dia e me dêem uma pequena esperança de que ainda pode vir a ser um bom dia. Tudo é confuso hoje, e se por vários eventos dou por mim a questionar tudo o vai na minha cabeça, fico também a pensar se essas mesmas questões não existiriam já por lá.

Não quero que este seja um texto depressivo que não vos dê vontade de ler e tentar perceber, quero sim, que este texto sirva de exemplo para pessoas que passam pelo mesmo durante vários dias da sua vida, porque nós, as pessoas que sofrem de ansiedade, conseguimos ver o Mundo de uma maneira diferente. Uma visão que muitas vezes é melhor descrita em palavras escritas. Não somos anormais, não somos coitadinhos. Não vemos auras, não vemos nada que ninguém não veja com os seus olhos, apenas o interpretamos de forma diferente. Provavelmente um sorriso feliz numa daquelas fotos que vimos ao longo do dia significa muito mais do que um simples movimento dos músculos do nosso rosto, existe porque teve motivo de existência, a morte de um animal, não é simplesmente o terminar da vida de um ser vivo, mas sim um motivo para pararmos e pensarmos no que podemos mudar. Quem sofre de ansiedade não passa a vida a chorar por tudo e mais alguma coisa, como muito boa gente possa pensar, não somos assim porque temos tempo, não somos assim porque somos ricos. Somos assim porque a nossa alma arranjou maneiras diferentes de nos mostrar o que tem de ser mostrado e que muitos não conseguem ver. Factos não são apenas factos, tudo tem uma história, uma emoção, uma razão. Tudo tem de ter uma lógica para além do que os nossos olhos nos mostram. E como hoje essa mesma lógica, essa emoção estão presentes e são sentidas, ficamos-nos pelas palavras que possam significar algo para alguém.  Porque no fundo, palavras são apenas isso mesmo, palavras.

  1. Quase que me fizeste chorar, sua parva! Sabes que concordo com tudo o que dizes, e tenho imensa pena de não poder estar ao teu lado nesses dias porque nos compreendíamos tão bem uma à outra… Só temos de arranjar uma maneira de canalizar essa ansiedade para fora do nosso corpo e limpar a nossa alma de más energias…
    Muitos beijinhos para estes longos dias que se avizinham, love you <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.