Outros

Ora falemos de Liberdade

15 Setembro, 2013

Grande parte dos dias sou acusada de viver num mundo de Fantasia, onde não ligo a nada do que se está a passar, e sou criticada por nem sequer me interresar. Hoje foi mais um desses dias. E deixem-me então cá por is. to tudo em pratos limpos. Eu não voto. E não voto, porque acho que não tenho que votar. Porque, por mais que vote ou que opte por um determinado partido a m***a é sempre a mesma no final. As promessas só existem em tempos de campanha, porque depois de serem eleitos, são todos atingidos por ataques de alzeimer. Não vejo o telejornal porque também não me faz falta. Eu não preciso se estragar as minhas refeições com más noticias que eu já sei perfeitamente que estão aí. O País está em crise? Está. Existem muitos fogos? Existem. O desemprego está a aumentar? Está. Ora eu sei de todas estas coisas na mesma. É basico, tal como somar 2 + 2. E tudo bem, tenho imenso orgulho em termos conquistado os votos femininos á uns anos atrás, mas que eu saiba, também conquistamos o direito á liberdade individual. E acho que neste momento é isso que não me querem dar. Porque se tenho direito á escolha, eu escolho não escolher. E sinceramente prefiro muito mais o meu mundinho de Fantasia, como dizem, que pelo menos ainda é um lugar Feliz e sem muitos problemas. Portanto aqui a menina, continua a bater o pé quando se trata deste assunto, e para daqui a uns anos, não me massacrar, culpando-me a mim própria por ter escolhido mais um politico que continua a levar Portugal para baixo, não voto.
A não ser que me arranjem um sócia do Obama. Então aí a coisa muda de figura. Acho que é um senhor com as ideias no sitio e que sabe o que tem de fazer para chegar a bons resultados. Ao contrario do que temos em Portugal. Mas isso também não preciso de ver televisão para saber.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.