Life

O Marcelo ligou à Cristina. E pronto, começou a revolta.

8 Janeiro, 2019

Foi na manhã de ontem que começou o novo programa da Cristina Ferreira, agora na SIC, que a mesma já andava a falar durante tanto tempo, mostrando estar realmente ansiosa e motivada com a coisa. Acredito que sim, se fosse eu a ter finalmente um programa com o meu nome, que fosse só meu e onde eu pudesse por e dispor, também estaria muito feliz, não fosse o factor da vergonha que quase não me permite sequer fazer vídeos no Instastories com o rosto para a câmara. Não, ainda não passámos essa fase. 

Problemas da minha pessoa à parte, voltemos ao assunto Cristina e o seu novo programa, ou mais especificamente o assunto que causou revoltas nas redes sociais por várias partes.  Começo por dizer que não vi o programa em si, apenas pequenas fracções de segundos que iam aparecendo nos Stories do Instagram ao longo do dia, até porque não sou grande fã da televisão Portuguesa e dos conteúdos que nos apresentam. Mas pelo que percebi, pareceu-me que a Cristina Ferreira está a tentar seguir a pegadas da Oprah, talvez. Ou pelo menos foi essa a sensação que tive quando assistia aqueles segundos do programa, que era um estilo muito parecido, incluindo as ofertas loucas à plateia, sendo que neste primeiro episódio, a TAP ofereceu viagens a cada um dos espectadores presentes naquele estúdio. 

A meio do programa, eis que a criatura recebe uma chamada telefónica, naquela que seria a sua casa na televisão, e do outro lado da linha está o Professor/Presidente Marcelo a dar-lhe os parabéns.

“Está? Daqui é Marcelo Rebelo de Sousa. Interrompi aqui uma reunião que tinha e espreitei para ver o seu primeiro programa e, como ao longo da vida, estive várias vezes consigo quando arrancou com novas fases da sua vida, queria desejar-lhe muitas felicidades e enviar-lhe um beijinho.”

Foram estas as palavras de Marcelo a Cristina. A mesma mostrou-se bastante emocionada pela atitude do nosso Presidente, tentando controlar as lágrimas. 

A partir daqui começam os comentários nas redes sociais sobre o assunto, e não de uma forma positiva. Jornalistas de outros canais de televisão, ou mesmo da SIC a mostrarem o seu desagrado com o telefonema, a criarem fotografias e textos dirigidos ao Presidente, afirmando que recebem o ordenado mínimo e trabalham mais de 8 horas por dia certa vezes e não é por isso que recebem chamadas destas a dar os parabéns. 

Esta é a parte que eu não percebo. Porque raio é que meio Portugal se lembra de ficar chateado com um telefonema destes? Certo que a rapariga ganha um ordenado num mês que eu provavelmente não ganho em 8 anos, certo que tem regalias nesta vida que maior parte de nós não tem e provavelmente não virá a ter. Certo. Mas porque raio é que temos de tirar as armas para fora porque o Professor Marcelo lhe liga a dar os parabéns? Olha que bom para ela, é o que eu digo. Se também merecíamos reconhecimento pelo nosso trabalho, sim merecíamos, sim também merecíamos um ordenado um bocadinho melhor, sim merecíamos, se merecíamos um “parabéns” pela luta diária de viver com 580€, sim merecíamos, mas não me parece que seja por isso que valha a pena resmungar por aí sobre um raio de um telefonema. O homem ligou-lhe o pronto! Já está. Passemos ao resto da vida que ainda há muito para fazer. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.