Life

O dia do melhor amigo.

26 Agosto, 2016

20160821_223527

Existem lá olhinhos mais carinhosos que estes? Focinho mais adorável e ar mais ternurento? Para mim não. E hoje no Dia do Cão, faço questão de celebrar o amor e carinho que tenho por este 4 patas, destruidor de peças de decoração, cadeiras de cozinha e ladrão do meu tempo e do meu coração. Hoje é aquele dia em que todos nos lembramos o quanto os nossos cães são importantes para nós, assim quase como no dia de S. Valentim nos lembramos (ou somos forçados a lembrar) o quanto devemos apreciar os nossos mais-que-tudo, mas por norma, a admiração pelo meu pequeno companheiro está visível a todos os olhos que queiram ver, informáticos ou reais, todos os dias do ano. Não fico bem enquanto não estiver com o meu pequeno Bucky e garanto-vos que estas férias sem ele (que foram basicamente as primeiras) foram uma tortura, mesmo sabendo que ele estava a ser muito bem tratado e mimado. Não é para me gabar, mas tal como qualquer Pai diria de um filho com orgulho, o meu é o melhor de todos. É um desastrado com ataques de incontinência prolongados (em especial junto a cortinados e tecidos afins), que não percebe metade daquilo que lhe é dito e cuja especialidade passa por dar a pata quando lhe é pedido um “passou bem” em troca de um belo biscoito saudável. Sim, porque até na comida eu sou uma mariquinhas com este meu melhor amigo, e tudo tem de estar ao pormenor, desde a caminha, aos brinquedos, à comida que não pode ser qualquer uma e ao guarda-roupa que já contêm peças como um smoking, um fato de Pai Natal, um disfarce de abóbora e mais recentemente um casaco de cabedal em que com ele vestido só lhe falta mesmo o capacete, os óculos e a mota para enquadrar o visual completo.

Sou uma maricas quando se trata de cuidar do meu cão, e talvez por isso ele seja um mimado de primeira que chora por longas horas cada vez que saímos de casa sem ele, mas no fundo é a minha maneira de mostrar que o amo para lá de muito e que a minha vida não seria a mesma sem ele. Porque quem é que consegue resistir aqueles olhinhos? 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.