Life

O dia do Amor.

14 Fevereiro, 2017

20170214_101039

Confesso que gostava de estar mais inspirada para escrever este texto, mas sinceramente não sinto grande adesão da minha parte a este dia e a todas as celebrações que correm por aqui. Talvez por não ver o mais-que-tudo há coisa de 3 semanas, por passar a noite a trabalhar no centro comercial ou simplesmente porque acho que o dia dos namorados já deu o que tinha a dar (mas não liguem ao que digo, até porque estar sozinha neste dia é uma seca e dá-nos a volta aos sentimentos).

Não tenho grande coisa para vos dizer em relação ao amor, até porque na verdade, o que raio sei eu sobre isso? Mas posso falar-vos daquilo que gosto de ver num casal enamorado. Compaixão, confiança, carinho, amizade, partilha de momentos e vontade de continuar a investir na relação, estes são alguns pormenores básicos que devem existir e sem os quais as relações se tornam difíceis. Não existem relacionamentos perfeitos, mas ainda assim acho que hoje em dia estamos, em geral, num bom caminho no que toca à dedicação das mesmas.

Este ano, já vi umas quantas pessoas a encontrarem o amor quando já tinham desistido dele, já vi pessoas a fazerem progressos nas suas relações e nos seus futuros, planeando gravidezes, casas, animais, um pouco de tudo. Até agora podemos chamar-lhe o ano do amor. O meu conselho não só para hoje, mas para todos os dias? Esmerem-se, façam surpresas inesperadas nos dias mais inesperados, passeiem muito, mimem-se um ao outro. Não precisam de gastar fortunas ou muito tempo para fazer tudo isto, por vezes algo bastante simples pode fazer a diferença e deixar alguém feliz. E no dia de hoje, se o vosso “Valentim” for o vosso marido, o namorado, o parceiro, o filho, a filha, o irmão, a irmã, o primo, a tia, a joaquina da esquina ou até o vosso animal de estimação, seja qual for, mimem, mas mimem muito e vivam apaixonadamente. Esforcem-se, esmerem-se. O amor passa por isso mesmo, querer fazer mais e melhor para a outra pessoa, seja em dia for. E por hoje é isto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.