Fashion&Style

MET Gala 2018 – E claro, os meus “Obviosly Not”.

9 Maio, 2018

Tinha de ser, não é verdade? Existe lá MET Gala que se preze que não tenha umas figurinhas tristes para eu por na minha categoria dos não gosto de todo? Este ano confesso que ouve umas quantas que me surpreenderam e algumas de que não estava mesmo há espera. Vestidos com drama a mais, ou vestidos com drama a muito menos. Existe um pouco de tudo, e garanto-vos que existem muitos mais que poderiam estar nesta categoria, mas não tenho tempo nem espaço para isso, por isso ficamo-nos por estes.

Selena Gomez em Coach. Nunca pensei ver esta criatura numa das minhas listas deste género a pender para a negativa. Quem raio é que vestiu a criatura e porque raio é que dá a sensação que fizeste um spray tan assim há ultima da hora? Já a vi tão bem vestidinha e agora de repente aparece num evento destes com o top de praia vestido e só para não parecer mal, espeta-lhe com uma saia de folhos em baixo para dar um ar de gala. Nop. Sorry Selena, mas desta vez ficas mesmo por aqui.

Cardi B em Moschino. Não me bombardeiem já com coisas, que eu tenho várias razões por a colocar nesta lista, e nem sequer é pelo vestido que é um pequeno mimo da Moschino, até porque tendo em conta as excentricidades da marca que têm passado por esta passadeira vermelha, este é perfeito. Trata-se do vestido, vestido nela. Temos toda uma barrigona de grávida, que poderia ficar fofinha, mas depois ainda temos todo um par de peitos que vão literalmente expludir dali para fora, depois ainda temos uma peça decorativa de cabelo extravagante e depois ainda temos um cabelo mais que volumoso para juntar a tudo isto. Para mim, a meu ver, é volume a mais em todo o lado. Talvez se o cabelo estivesse arranjadinho de outra maneira a minha atenção não se perdia com tanta coisa em modo extremo e em modo volume.

Scarlet Johansson em Marchesa. Talvez para outra gala, mas aqui não. Olho para ela, e apesar de ser um vestido fofinho, acho que falta basicamente tudo. Muito deslavadinha minha querida Scarlet.

Alicia Vikander. Não sei quem é o modelito, mas acho que a fofinha ficou demasiado inspirada com a interpretação da Tom Raider que até aqui se inspirou. Esta versão de padrão tropa ao estilo Tom raider com freira não resulta para mim. Talvez se a parte de baixo de baixo fosse noutra cor. E mesmo assim apenas talvez.

Sarah Jessica Parker em Dolce&Gabanna. Eu confesso que até acho piada ao vestidinho, e acho que todo o look se enquadraria no tema, mas era mesmo necessário trazer o presépio inteiro pendurado na cabeça e toda uma maquilhagem que a faz parecer 20 anos mais velha?! Minha querida Sarah, tu que já nos deste tanto, que já nos inspiraste nos tempos difíceis, volta atrás e encarna novamente a minha querida Carrie Bradshaw para aprenderes umas quantas coisinhas com ela.

Ruby Rose. Não só quero informar que a Ruby me roubou as minhas sandálias cá de casa, como tenho de perguntar o porquê deste ar de psicótica e de vou sacar as armas das laterais do vestido e começar aqui aos tiros? E porque aquele penduricalho a dar-a-dar na sobrancelha? E porque aquela rasta ali perdida no meio do pouco cabelo que a senhora já tem? Tantas perguntas por responder.

Kendall Jenner em Off White. Lá branco é sim senhora, mas existe alguma necessidade de copiar o modelo que a irmã mais velha trouxe ao evento no ano passado? E neste caso sem nenhuma ligação com o evento? Das irmãs todas, sendo a única que não tinha de arranjar uma babysitter, acho que teria tempo para uma coisa um bocadinho mais dramática não? É que nem a imaginar uma deusa isto lá vai. Não gosto. Ponto.

Katy Perry. Confesso que acho demasiado, até porque com uma asas deste tamanho, não sei onde raio começa o vestido, onde começa a Katy, nem onde começa nada, porque não me consigo concentrar sequer. A ideia era boa, mas como eu digo, um bocadinho de classe e glamour, misturado com o drama também não ficava nada mal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.