Life

Like a Lady! – Finalmente!

1 Fevereiro, 2017

Talvez a juventude de hoje não considere a Pamela Anderson a verdadeira Sex Symbol que chegou a ser em tempos. O que não seria assim tão estranho de imaginar, tendo em conta o desleixo que a mesma começou a ter e a maneira com as ditas “Musas” começaram a ser classificadas. Se nos tempos anteriores, a ideia seria  apresentar um look super messy como se tivessem acabado de sair da cama, com maquilhagens extremas e imensamente carregadas e vestimentas que mostram sempre muito mas muito mais do que deviam, hoje em dia a Sex Symbol virou também um exemplo de classe, aquela mulher sensual que o homem sonha ter, mas que também não tenha total vergonha de apresentar aos pais.

A Pamela Anderson ficou extremamente conhecida no seu tempo, devido à sua participação na série Baywatch, (que volta aos ecrãs novamente este ano com um formato completamente diferente), e desde então que o Mundo a conhece pelas suas curvas. Mas nem sempre o seu corpo de fantasia para a população masculina, conseguia salvar a sua restante aparência, principalmente nos últimos tempos e em tudo o que era eventos. Eis alguns exemplos:

collage

Uma confusão de estilos, maquilhagens, cabelos. Enfim, poderíamos passar o dia nisto, comentando todas as coisas que poderiam ser emendadas para realmente realçar a beleza natural da criatura, até porque sejamos sinceros, tudo o que conhecíamos da Pamela era apenas produção e nada mais. Até agora. Foi na Best Awards Gala em Paris, que a estrela de televisão dos anos 90, apareceu com um look completamente diferente.

nintchdbpict000297488670-e1485684448921

E voilá! Ainda que o peito continue a estar em destaque, devo confesso que gosto muito mais de ver a fofinha assim neste sentido. Com uma maquilhagem muito natural e sem o negro a que estamos habituados (ainda que tenha perdido muitas das feições devido às ultimas plásticas), um cabelo muito elegante afastado do rosto e sem o loiro amarelo mostarda que era já quase tradição da mesma. É quase como se a criatura tivesse recebido umas aulinhas de como ser uma Lady, pelo menos em certas situações. E ao que parece, resultou. Se não me dissessem que era a Anderson, nunca lá chegava sozinha. Mas assim dá gosto de ver sim senhora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.