Beauty

Lancôme a conquistar terreno no Mundo das bases.

25 Janeiro, 2017

Se perguntarem a qualquer pessoa que passe mais do que meia hora nas lojas de cosmética, as mesmas vão dar-vos a conhecer de que a Lancôme é uma especialista no que toca a máscaras de pestanas e claro, em bases. Desde a maior extensão de tons até à maior diferenciação de texturas, a Lancôme era quase a rainha neste campo. E se como não estivesse mais à frente na inovação, eis que lançam agora mais uma novidade que promete conquistar todas as Mulheres do Mundo. Aquela história de “não sei qual é o meu tom”, vai ser coisa do passado. Eis o porquê.

Basicamente, a Lancôme criou um meio de conseguir uma tonalidade de base perfeita para cada uma de nós, que é misturada e criada na hora. Feita especialmente para nós.

TheExperience

A Lancôme inventou um dispositivo, que quando colocado junto à nossa pele, determina os tons necessários para criar a nossa tonalidade, envia os dados para uma máquina que doseia as quantidades necessárias de cor, hidratação e os outros componentes, criando assim a formula perfeita para uma base mais do que adequada. Todos os componentes são então devidamente misturados numa outra máquina, e depois é só colocar no recipiente, que também não poderia ser do mais personalizado possível, uma vez que acaba por ter o nosso nome no rótulo, declarando aquela base, como uma base especialmente nossa.

Acho o conceito muito curioso e imensamente prático e engraçado. Seria uma solução definitiva para quem nunca encontra o tom perfeito para a sua pele e sem dúvida um alivio nas dores de cabeça  diárias das conselheiras de beleza de vários espaços comerciais.

Tanto quanto sei, esta fantástica opção ainda não está disponível em Portugal, nem vos consigo garantir que virá a estar, mas de acordo com as opiniões de várias experiências de outras bloggers acho que o resultado de um mimo destes por cá seria promissor.

Deixo-vos aqui este vídeo para que percebam melhor toda esta nova inovação no mundo das bases.

Que vos parece? Seriam apologistas deste método? Ou não trocavam a vossa base actual por nada? Fico há espera de opiniões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.