Beauty

I’m a nude colors kind of girl

23 Março, 2016

image

Passar ao verniz vermelho foi das transições mais complicadas da minha vida. Estava mais do que habituada a ter as minhas unhas sempre pintadas de branco, coisa que na minha cabeça era mesmo giro na adolêscencia, e passar de cores tão simples para cores mais escuras como o vermelho acabava por me dar cabo da cabeça. Se por um lado a minha Madrinha, que era quem me iniciava nestas coisas, me dizia constantemente que era uma cor muito na moda e que ficava bem a toda a gente, eu por outro lado pensava se não iria parecer uma das meninas da noite. O tipo de coisas que passa na cabeça de uma jovem de 14 anos, suponho eu. Ou melhor, secalhar até passavam naquela altura, porque hoje dúvido que a juventude se preocupe muito em fazer um esforço para não ter esse mesmo look que determinei algumas linhas mais acima, mas isso é um pequeno pormenor.
A verdade é que assim que utilizei o meu primeiro verniz vermelho, foi apenas um passinho para utilizar todo o tipo de cores escuras que possam imaginar. De certa maneira, acabei por achar que um verniz mais escuro dava um ar mais adulto e elegante. Por isso a minha coleção de vernizes vermelhos, bordeaux e castanhos aumentou de um momento para o outro.
Mas com o chegar de cada Primavera, tal como o nosso roupeiro, as unhas também sofrem uma transformação e tornam-se mais leves com cores mais claras e suaves. E se anteriormente me dava gozo utilizar uma cor clara e na semana a seguir uma cor mais escura para não cansar, agora só quero mesmo os tons nude e cores pasteis.
Sem me aperceber, dei por mim a retirar da gaveta uma quantidade mais do que normal de cores pastel que nunca me tinha apercebido que tinha. E garanto-vos que para muito boa gente, muitas delas acabam por não ser muito diferentes da anterior, mas eu vejo a diferença e isso chegame.
Talvez tal como o meu roupeiro, que nesta altura se transforma numa paisagem mais romântica e feminina com todos os rosa claro, brancos e beges, as minhas unhas passem a ser também o reflexo de isso mesmo, tal como um aviso de boas vindas á Primavera que teima em chegar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.