Outros

Hoje fiz o papel de emplastra…

12 Junho, 2014
Ora portanto, o que estão a ver aqui na imagem acima, é nada mais nada menos do que as gravações para uma novela cujo nome não sei e não me interessa muito, da RTP. Demos com isto assim por acaso, até porque estas criaturas de Deus estavam mesmo nos confins da praia e só percebemos a agitação porque até o café ao lado, que costuma estar sempre vazio, estava apinhado de gente e até tinha cadeirinhas cá fora. Cuscas como somos, fomos lá ver e demos de caras com este espetaculo. Também não fomos mais próximo, somos emplastras, mas também não somos assim tanto. Ainda tentei ver se punha o olho no engraçadito do Pedro Barroso, mas acho que essa personagem não estava por aqui hoje. Estivemos aqui paradas apenas 2 ou 3 minutos, só mesmo porque o sol estava a saber bem a bater no rosto, e já estavamos fartas de olhar, quando mais as pessoas que estavam mesmo dentro do cenário. Há um senhor que não para de gritar “ESTAMOS EM CENA”, ou “TÁ A GRAVAR!”, e as pessoas lá fazem o que têm a fazer. As meninas em cena fizeram pelo menos 5 ou 6 vezes a mesma coisa com os braços, se fosse eu já estava a morrer de calor e cansaço confesso. Portanto se achava pouca piada a novelas, agora ainda acho menos, depois de comprovar a exploração que para aqui vai. Trabalhar o dia inteiro na praia, ao sol? Isso é pura exploração! Mas agora fora de brincadeiras, acredito que não seja uma coisa fácil e não julgo os trabalhos dos outros. Cada um é cansativo á sua maneira. Depois desta presença nos “bastidores” da tal novela do nome que não me importa, decidimos que deveriamos ser ricas e portanto a solução mais facil e rápida, era mesmo as raspadinhas. Foi um fartote. De raspadinhas apenas, porque após 12 raspadinhas, apenas tivemos a sorte de ganhar 2 euros. Estamos ricas. :p

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.