Life

Esta coisa dos fim-de-semana e feriados.

25 Outubro, 2019

Oi? Como assim? Já fomos apresentados?

Desde que comecei a trabalhar aos meus 17 anos, fui sendo apanhada pelos horários de trabalho rotativos, folgas rotativas e por sua vez turnos rotativos também. Basicamente, e não nunca me tinha dado conta disto, toda a minha vida laboral passou pela rotatividade de horários. Até hoje.

Surgiu a seguinte conversa:

– Este mês tem feriado.

– E então?

– Então? Ainda por cima calha a uma sexta-feira.

– De que me vale? Eu estou a trabalhar.

– Vânia, aos feriados os escritórios estão fechados….

E foi assim. A conversa que deu inicio a este post e a toda uma mudança na minha cabeça, que estava habituada a muita coisa, mas não a fins-de-semana certos e muito menos a feriados garantidos. Quase nem me reconheço quando chego a Sábado e a Domingo, semana após semana e estou em casa junto dos meus, ou a ter tempo para almoçar com eles ou até a cozinhar. E quando alguém pergunta “vamos jantar no sábado”, tenho de me conter um pouco para que a primeira resposta automática que me sai pela boca não seja “tenho de ver que horário estou a fazer”, porque agora não faço nenhum. Que coisa mais linda. Tirando as lides domésticas (que agora até me sabem melhor) e uma ou outra mudança de verniz das unhas, e sou livre como um passarinho. Ir ao cinema com a malta toda a um sábado na sessão da meia noite sabendo que no dia seguinte não tenho de me preocupar em ir trabalhar, ir a uma festa e saber que posso lá estar até me dar vontade, levar a mãe à praia durante o verão todos os fins-de-semana, são coisas que tinha vontade sempre e que só podia fazer de vez em quando quando calhava bem no dito horário. Agora não.

Podem tentar dizer-me, “ah mas os horários rotativos também têm as suas coisas boas”. Ter têm, as oportunidades de tratar de assuntos bancários, CTT, médicos e afins sem ter de faltar, os dias em casa com tudo só para mim, ou a manhãs dormidas até mais tarde durante a semana. Não vou mentir, havia coisas boas, mas passar a ter tempo para mim como toda a gente e a realmente poder estar com toda a gente que quero não tem preço. E vamos ser sinceros, um bom jantar de amigos ao fim-de-semana não se pode comparar com uma tarde de filmes sozinha no sofá, ainda que este seja um dos meus programas preferidos.

Portanto para relembrar, no próximo mês temos feriado e é já no dia 01, o que significa que temos um fim-de-semana de 3 dias sem estar a tirar horas só porque sim. Perceberam? É que acho que a minha cabeça ainda não chegou lá. Mas isto com mais um mesito ou dois a coisa passa-lhe e começa a apontar os feriados no calendário. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.