Fashion&Style

ESMARA by Heidi Klum – Fui espreitar e acabei por não gostar.

20 Setembro, 2017

Resultado de imagem para esmara by heidi klum

Imensa foi a publicidade feita a esta colecção, que se dizia fantástica, e que seria possivelmente considerada uma das parcerias do ano, conjugando as peças de tendências actuais inspiradas por Heidi Klum com os preços simpáticos a que o Lidl já nos habituou.

Era uma estreia em grande para a cadeia de lojas Alemã, ter alguém tão inspirador como a modelo Heidi Klum, que para além da profissão também é Mãe e Mulher , e sejamos sinceros, pela maneira como as coisas estavam a ser apresentadas, confesso que até eu estava bastante curiosa por colocar os olhos nas peças que sairiam da fusão destes dois grandes nomes. As bloggers Portuguesas falavam dela como se fosse a melhor coisa a surgir no mercado nos últimos tempos e as publicações nas redes sociais com algumas das peças, sem revelar tudo na totalidade também nos deixava com vontade de ver o dia do lançamento chegar o mais depressa possível.

Eis que o dia chegou. E uma vez que a colecção iria estar disponível em todas as lojas LIDL do País, acabei por me dirigir àquela que tinha mais à mão, estando esta situada no Bombarral. Chego à loja um pouco antes do meio-dia e eis que me deparo com um cenário extremamente caótico. Não pela quantidade de pessoas que se aproximava dos cestos metálicos onde eles insistem em expor a mercadoria têxtil e do lar, nem pela quantidade de pessoas que queriam agarrar os produtos. Não, simplesmente uma fila de cestos metálicos com as peças da colecção completamente amarrotadas, caixas dos produtos completamente rasgadas e sem se conseguir perceber quais as peças realmente disponíveis, os tamanhos que ainda havia e onde raio podia encontrar os preços certos das coisas. Sim, tenho umas quantas coisas a dizer sobre isto. Ora pois muito bem, se estamos a falar de uma super colecção, que até envolve nomes conhecidos e caras bonitas a fazer publicidade, não deveria esta ter um melhor aspecto em loja? Quer dizer, até o cartaz representativo da dita colecção de vestuário e acessórios estava virado de frente para as prateleiras da charcutaria e não para os clientes como seria suposto para chamar a atenção. Não considero que vender as peças em caixas de cartão fosse de todo a melhor das ideias, até porque como vos disse, estavam completamente destruídas e não havia nenhuma que não tivesse sido aberta. Não seria mais fácil tirar o raio dos cestos metálicos e colocar uma ou duas filas de cabides com as peças e os tamanhos devidamente pendurados e arrumados? Tudo naquele cenário me fazia lembrar as bancas das feiras que vamos encontrando por esse Portugal fora, e mesmo assim já vi algumas com mais organização.

Mas calma que ainda não terminei. Se só por ver este planeta do terror espalhado por ali, a vontade de prestar atenção já era pouca ou nenhuma, eis que começo a mexer e a olhar bem para os produtos e ÁI MEU DEUS, o que é isto? Não sei muito bem se as peças a que as nossas It girls Portuguesas foram as mesmas que chegaram aos comuns clientes como nós, mas a meu ver havia muita coisa errada por ali, começando pelos sapatos de salto que não só não eram bonitos e não estava a imaginar a Heidi com aquilo calçado, como eram um amontoado de defeitos, desde cola mal colocada ou visível, saltos tortos, e por aí fora, passando as malas que dizem eles ser de pele verdadeira, mas que estavam tão mal arrumadas e amontoadas que pareciam retiradas das prateleiras de uma loja de artigos em segunda mão. Verdade, verdadinha. Passando mesmo ás peças de roupa em si, não posso dizer que eram assim terríveis, mas também não eram assim nada de especial. A única peça que realmente me chamou a atenção foi o casaco de pele verdadeira (dizem eles) estilo biker que custava apenas 59,99€ e estava disponível em preto ou camel. Tudo o resto não achei que valesse a pena. Sim, ok, tinham por lá uns tops básicos a 4,99€ e umas saias lápis a 12,99€, umas camisolas de malha já nem sei a quanto, muito semelhantes com outras que adquiri na Primark por 10€ e os casacos pretos compridos, num estilo mais formal vá, que a meu ver tinham como grande defeito o forro, sendo este de padrão leopardo. PORQUÊ O LEOPARDO HEIDI? Com a panóplia de padrões que existem por aí, porque raio é que a senhora de lembra de utilizar aquele que mais me irrita neste tipo de peças? Não me levem a mal, até porque tenho algumas peças ou acessórios com o padrão em questão, mas serei a única a achar que quando o padrão leopardo não é bem confeccionado, que dá um aspecto mais barato e reles às coisas?

Não cheguei a perceber se naquela loja em questão, estavam disponíveis todas as peças que constituíam a colecção, mas se faltava alguma coisa espero que seja as peças boas e bonitas, porque aquelas, à excepção do casaquinho de pele, não me agradaram minimamente. E não querendo bater mais no ceguinho, mas não deveria o LIDL investir em alguém para manter aquele espaço minimamente arrumado ao longo do dia? É que sinceramente, aspecto de edição ou colecção especial não tinha nada.

E vocês? Quero saber a vossa opinião. Se foram ver o que o LIDL nos oferecia desta vez, quero saber o que realmente acharam. Pode ser que até mude de opinião e que a minha má experiência se baseie apenas numa loja mal arrumada.

  1. Obrigada! És a primeira que vejo a pensar o mesmo que eu! Fui também no dia que saiu a coleção, mas aqui em Gaia. Já não vou falar do caos, porque já era de esperar numa coleção tão falada e por aqui costuma ser normal…, a única coisa que prestava realmente era o blusão, achei que tudo o resto tinha péssima qualidade… Mas lá está, pôr os preços do costume e ter uma coleção assinada por alguém conhecido, sai-lhes mais caro, por isso baixam na qualidade dos materiais… Foi uma desilusão enorme, e também como tu, vi muitas meninas que só disseram bem das peças, não percebo como é possível, eu não consegui ver nada que quisesse trazer para casa…
    Beijinhos*

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.