Life

Em apelo aos Domingos em familia!

22 Julho, 2015

” Por último, mas não menos importante, estaríamos a contribuir para que os trabalhadores de shopping tenham também horários mais humanos, mais equilibrados. Há um longo caminho a percorrer na igualdade e justiça dos trabalhadores do nosso país, em todas as áreas é verdade, mas com esta medida, estaríamos a dar já um passo GIGANTE nesse sentido. “

Sempre fui muito ligada aos tempos em Familia, principalmente depois de ter percebido que não existe nada mais importante. Estar com as pessoas, conviver com elas, aprender com elas, divertir-me e viver com elas, era um dos lemas que se foi introduzindo na minha vida. Mas desde que começei a trabalhar em horário de shopping que as coisas mudaram um pouco e agora em vez de ter todo o tempo do Mundo para estar com a Familia em dias que se chamariam de normais, para quem têm aquilo a que eu chamo empregos de (lá está) pessoas normais, que consistem em ter o fim-de-semana ou pelo menos o Domingo em casa para dedicar ás pessoas que assim queremos. A questão aqui é que trabalhando num shopping as folgas e os tempos livres são a coisa mais incerta que já vi, e ainda que por vezes saiba mesmo muito bem ter uma folgazinha com a casa só para nós porque o resto do Mundo  (normal)  está a trabalhar, sinto a falta daquelas saidas em Familia em só se voltava no dia seguinte a casa e em que se perdia imenso tempo a fazer churrascos e a fazer visitas á praia sem a preocupação do horário a que vamos entrar a seguir.

Nunca fui de acordo a não se dedicar o Domingo á familia e a ter tempo para mesma, e agora que tenho o meu querido irmão aqui por casa apenas por duas semanas, antes de voltar para Inglaterra, a neura desta coisa de não ter tempo para ele e para os outros é ainda maior.

E sinceramente, seria mesmo necessário tantos centros comerciais abertos aos Domingos? Quando foi a ultima vez que visitaram algum monumento em Portugal? Como o meu Pai me costumava dizer quando eu era mais nova e eu não acreditava e apenas achava piada, as pessoas dentro dos centros comerciais são apenas Zombies sem rumo e ás cegas porque não têm qualquer destino ou objectivo. E sejamos sinceros, que beneficio é que os shoppings, como destino de Domingo, podem trazer a uma familia? Não vão conviver, não vão passear, nem muito menos comunicar. Eu cá falo por mim, até porque nem sei quando foi a ultima vez que o meu pai entrou num. Com tanto para ver cá fora, porque encafuarem-se dentro de uma caixa onde não se consegue sequer perceber se está dia ou de noite, a chover ou a fazer sol?

Ontem, encontrei esta petição a circular pelas redes sociais e não me podia ter parecido mais do que adequada, onde a mesma pretende recolher o maior número de assinaturas para ver se conseguimos por este País a funcionar com mais justiça e igualdade para todos os trabalhadores. Podem assinar a mesma aqui.

Este é o nosso apelo para ter de volta os Domingos para a Família. Façam o favor de votar. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.