Outros

Eclipse? No meu tempo tinha mais piada!

20 Março, 2015
Hoje, foi dia de eclipse que era visivel a partir das 7 e 45 horas desta manhã. Tudo muito bem, muito engraçado sim senhora. 
Mas vamos lá a ser sinceros, isto há uns anitos, quando ainda me lembro de andar na escola, talvez para aí no sexto, sétimo ano tinha muito mais piada do que hoje em dia. A coisa era quase um acontecimento mesmo especial e até as aulas chegavam a parar para que pudessemos todos assistir (não a tudo) mas pelo menos a qualquer coisinha dos eclipses com aqueles óculos, que mais pareciam papel prata da cozinha da minha mãe, que as farmácias muito gentilmente nos forneciam. Aí sim, tinha piada, e acho que ainda guardei uns quantos pares dos ditos óculos de aspecto espacial durante alguns anos, caso se desse outro acontecimento deste calibre. Mas os mesmos tinham data de validade (coisa que nunca percebi porque) e a Mariazinha (nome com que muito carinhosamente trato a minha mãe) provavelmente acabou por os deitar fora. 
Hoje em dia a coisa já quase não é anunciada, ou se é, é muito pouco. Falta-me os aplausos quando a noticia passava no telejornal e a excitação e a ansiedade da espera pelo momento que haveria de chegar dentre de dias. Hoje em dia as farmácias, que devem estar em recessão, já não nos dão os ditos óculos espaciais que eu tanto gostava, porque parecia que fazia parte de uma missão espacial, como se com aquilo posto fosse ver algo que mais do que qualquer outra pessoa. Hoje em dia ficamos com os avisos de não olhar directamente para o sol, devido aos danos que podemos fazer aos nossos olhos e ás máquinas fotográfrica caso, nos dê na telha de capturar uma imagem assim bem jeitosinha do acontecimento. O que ainda encontrei por aí a circular na internet, foi apenas maneira engraçadas de criar “apetrechos” para proteger a nossa querida máquina ao tirar uma fotografia ao eclipse, mas como só tive conhecimento destas tecnicas ontem á noite, já não fui a tempo, porque em termos de materiais estou muito reduzida, ou melhor estou muito atolhada no sotão que deveriam estar perfeitamente arrumadas no meu quarto por pintar, e iria demorar eternidades a encontrar fosse o que fosse. Entretanto dava-se o eclipse e eu a vasculhar caixas. Assim deu-se o eclipse e eu a dormir na cama quentinha do meu irmão (raptei-lhe o quarto). 
Sem dúvida que isto no meu tempo de infancia, ou adolescencia ou o que lhe quiserem chamar era muito mais giro. Mais intenso e divertido. Ahhhh bons tempos. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.