Life

DIY – Como estragar uma boa capa de telemóvel.

8 Novembro, 2016

O post de hoje poderia ser um verdadeiro tutorial de “façam vocês mesmos” que iria revolucionar o Mundo dos acessórios de telemóveis e smartphones, deixando as lojas que se dedicam a esse comércio à beira de extinção.

Ora bem, como sabem, talvez seja a pessoa que vocês conhecem com a maior colecção de capas de smartphone de sempre (não de sempre, mas vocês percebem a ideia), tendo já uma vasta quantidade delas de todos os tamanhos, cores e feitios. Os smartphones vão mudando na minha mão e as capas vão ficando para trás, esquecidas dentro de uma caixa de cartão. Mais recentemente foi-me oferecido o Galaxy s7 Edge, cujas capas são mais difíceis de arranjar, já para não falar que são mais caras do que as normais. Mas a minha mente coleccionadora destas coisas não desiste e eis que teve a brilhante ideia de criar as suas próprias capas, tendo sempre por base uma capa básica transparente de silicone ou acrílico. A coisa até começou a correr bem com a primeira, onde apenas fui fazendo umas bolinhas em tons rosa, branco e brilhante com vernizes que tinha cá por casa. Bastante fácil. Com a segunda, podemos dizer que foi literalmente dinheiro deitado ao lixo, pois apenas consegui estragar em profundidade uma boa capa de silicone transparente. Eis como a coisa aconteceu: primeiro tentei criar bolas grandes com cola branca e com glitter a seguir, vendo que as mesmas saiam com muitas facilidade após secagem, passei umas gotinhas de verniz por cima das bolinhas já criadas, o que não resultou em nada, em segundo, tirei tudo e como a capa ficou um pouco vincada da cola branca, passei com um verniz brilhante que achei que poderia dar um aspecto giro, não estando contente, voltei a colocar glitter por cima do verniz antes de secar, criando um efeito horroroso que não lembra a ninguém de glitter sobre glitter em molhos estranhos e confusos, em terceiro, ganhei coragem e tirei tudo, estragando assim o que restava da capa que em tempo foi simples, brilhante e bonita. Tempo perdido em vão, portanto.

Hoje, numa tentativa de salvar 10€ (sim, 10€. Literalmente dei 10€ por uma capa de silicone), acabei por espalhar cola branca em toda a superfície, assegurando que o fazia de forma uniforme, e espalhei glitter dourado por cima, após secar espalhei um verniz transparente apenas para agarrar. Confesso que desta vez não correu assim tão mal e até ficou alguma coisa de proveitoso, mas perdi qualquer vontade de voltar a personalizar capas transparentes para o resto da vida. Acho que quando quiser uma outra capa, faço o que sempre fiz e mando vir de alguma loja online.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.