Outros

Continuo sem perceber

15 Março, 2013

Eu sei que sou loira. E que a burrice está associada ás loiras. É um facto. Mas por muito que me expliquem, juro que não vou conseguir entender a história dos carimbos para o centro de emprego. Já passei por isso, e agora felizmente ainda tenho trabalho, mas hoje encontrei duas amigas lá pelo centro comercial, que muito sinceramente já se tornou na minha segunda casa, e elas me dizem que andaram a pedir trabalho em quase todas as lojas que existem no dito local, e que maioria delas se recusaram a dar o carimbo que lhes é obrigatorio entregar no centro de emprego todos os meses. Então se é obrigatório, qual é a desculpa das empresas para não o poderem dar. Algumas lojas disseram-lhes que só lhes podiam dar o comprovativo, se fossem á sede – em Lisboa – para uma entrevista. Digam-me sinceramente. Faz algum sentido? Uma pessoa anda a esforçar-se para mostrar ao centro de emprego que realmente está empenhada em arranjar trabalho, e as empresas mandam-nos dar uma curva. Qual é a vantagem então de o fazer? Entregam curriculos, gastam papel, tinteiros, gasolina, e mesmo assim ficam na mesma. Nem trabalho, nem subsidio de desemprego. Não considero justo. Do que é que as empresas tem medo? De gastar a tinta dos carimbos? Ou de perder tempo com pessoas que para eles talvez não importam assim muito? É que se pensarmos um pouco, se as pessoas não receberem o subsidio de desemprego, também não têm poder de compra. E sejamos sinceros, metade de Portugal está desempregado ou para lá caminha. Não estamos a evoluir em nada e os politicos pensam que com todas as regras que nos impoem, estão por sua vez a ajudar o país. Continuo sem perceber como foi que chegamos a isto. Deviam arranjar então um metodo que funcione tanto para a pessoa que procura, tanto para a empresa que não quer dar.  Literalmente que não percebo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.