Outros

Coisa Dificil.

4 Outubro, 2013

Deixem-me que vos diga, que ir ás compras á Primark é a coisa mais dificil que já fiz nos ultimos tempos.
 Ainda ontem estava a passear o cao ás 3 da manha, completamente pedrada de sono, o que já de si é dificil, porque só me apetecia atirar para o chão e adormecer mesmo ali. Mas ir á Primark, minha gente, é suicidio completo. E eu que ainda sou uma pessoa organizadinha e já levava imas imagens de telemovel dos produtos que pretendia trazer para casa. Posso já adiantar que não havia um único produto da minha lista. Fiquei completamente frustada com a situação. Para além de não haver o que ia lá buscar, não consegui encontrar mais nada de jeito naquela maldita loja que quase que tem o tamanho do Continente do Bombarral. Talvez o problema seja mesmo esse. O tamanho. É tanta gente, tanta confusão e tantos produtos que nem se vê nada de nada. Mas nem tudo foi mau. Ainda consegui ganhar uma dor de cabeça com toda aquela procura e toda a confusão. É que sejamos sinceros, qual é a dificuldade de colocar os produtos onde os encontraram se não os vão levar? Perdi a conta á quantidade de pessoas que experimentavam sapatos e que os deixavam no chão, em vez de os arrumarem nas prateleiras. Onde anda o vosso civismo minha gente? Quem diz sapatos, diz qualquer outra coisa. Cada vez que gostava de algo, tinha de confirmar o preço em todas as etiquetas possiveis, para ver se o produto fazia mesmo parte da “promoção dos 6€”. É mesmo necessário tomar dois ou três calmantes para entrar naquelas selva de gente á procura do preço mais barato. Talvez por essa algazarra toda,  ninguém tenha reparado nos preços equivalentes a uma Bersha ou uma Stradivarius. Há pois é meus amigos, essa coisa do mais barato, já não é o que era.
No entanto se alguém que vá por essas andanças, veja se encontra por lá estes produtinhos que ainda me estão cá a bater de desejo.

Caso encontrem os dois ultimos façam o favor de me enviar por correio, porque a necessidade é urgente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.