Outros

Brinquedos Caninos

9 Junho, 2014
Que se acusem os donos que mimam demasiado os bichinhos lá de casa? “Eu Eu!”. 
Tenho um grande problema a confessar. Sou viciada em mimar o meu cão. Mas de uma coisa assim a modos que 25 andares acima do normal. O meu cão chega a ter N número de brinquedos, camas fofinhas, roupa quente e para a chuva (eu sei que o cão tem pelo, mas fica muito giro de gabardine) e sei lá quantos conjuntos de trelas e coleiras. Ou seja, o meu Bucky tem á disposição tudo o que lhe der na cabeça, pois em termos de mimos não lhe falta nada, no entanto os brinquedos que mais prefere são as coisas mais importantes cá de casa, tais como as fichas dos candeeiros, os cantos das paredes, os peluches da minha cama, os rolos de papel higiénico e outros por aí fora. Ainda não se virou para os meus sapatos por sorte, porque no dia em tal calamidade acontecer, temos o caldo entornado. Ai temos sim senhor. Mas o que eu não percebo é porque raio é que o animal não brinca com o que é dele? As bolinhas de borracha só utiliza quando as atiro para longe, e maior parte das vezes acaba por voltar até mim sem elas. Até a cama ele prefere a minha á dele. E sendo o mais sincera que consigo, acho a dele mais confortável. O que eu não percebo aqui, é porquê as nossas coisas. Aqui á tempos, cheguei a ver, numa loja do chinês qualquer um boneco para animais em forma de um chinelo humano. Achei piada á coisa, mas acabei por não trazer, porque me pareceu um bocado estupido oferecer um chinelo para roer ao cão. Hoje em dia, roi os chinelos que ficam na cozinha quando saimos. De repente já não me parece uma ideia tão estupida como isso. Acredito que não sou só eu a ter este tipo de problemas com os animais que estão dentro de casa, e penso que com um gato seria 5x pior. Mas para a próxima, que alguém me diga para poupar o dinheiro dos brinquedos e aproveitar as coisas cá de casa. Sabem qual o brinquedo preferido do Bucky? O cabo do piaçaba. E com isto tenho tudo dito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.