Life

Boa sorte procura-se!

24 Julho, 2016

Estão a ver aquelas altura em parece que tudo vos corre mal e que nada no universo está a vosso favor? Agora multipliquem essa sensação por mil e é exactamente assim que vão encontrar o meu estado de espírito. Para além de estar imensamente cansada fisicamente, moída psicologicamente e de ter, no espaço de três semanas, perdido dois patudos, ter um doente, ter partido um par de Raybans e de ter estado envolvida em não sei quantas confusões, eis que para terminar em grande (e espero eu que fique por aqui), eis que ainda dou cabo da frente toda do meu velhote mas adorado automóvel, conduzindo-o direitinho à traseira do automóvel de uma simpática senhora que me acalmou da melhor maneira que pode. Ora bem, com uma lista de azares do tamanho da minha, metade de vocês já se deveria ter dirigido a uma bruxa ou coisa que o valha para ver se se livraram de qualquer mau olhado que tivessem em cima, e provavelmente após enterrar mais um amigo patudo no espaço de duas semanas, penso que deveria ter ido também. Poderia assim ser que tivesse poupado os óculos e o carro que tanta falta me faz. Mas não fui, e começo a pensar seriamente em comprar todas as mezinhas possíveis e imaginarias de maneira a que a boa sorte venha ter comigo. Ou isso, ou andar de cu para o ar um dia inteiro à procura de um trevo de quatro folhas que me ajude um bocadinho. É que sinceramente, com tanta lágrima que uma pessoa derrama com estas coisas, qualquer dia o meu corpo está mais seco do que um bacalhau, e não, isto não tem piada. Se por acaso souberem onde raio posso encontrar algum frasquinho de boa sorte, informem-me que eu preciso assim urgentemente. Aliás, acho que isso vocês já perceberam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.