Life

As saudades das músicas dos meus 15.

13 Outubro, 2015

Não sei se foram os tempos que passaram muito depressa, ou se fui eu que fui envelhecendo sem dar conta dos avanços a que hoje em dia poderia chamar de modernices, como tão é tão costume ouvir das gerações mais experientes.

Na minha busca de algo que torne os meus dias algo mais do que apenas mais um mero dia no calendário, dei por mim a ouvir músicas da há coisa de cinco, seis, sete ou oito anos atrás. E não só acabei por recordar muitas coisas que nem sequer me lembrava, dando-me assim uma sensação de nostalgia que ajudou ligeiramente, mas acabei por fazer uma certa comparação com as músicas e os videoclips de agora.

Lembro-me de ser mais pequena (e isto falando como se tivesse agora os meus 70) e ter uma música que associava a qualquer estado de espírito que tivesse. E não é que hoje não seja assim, mas a inocência do cantor não está presente. Hoje em dia é tudo à base do quanto mais badalhoca és, mais cd’s vais vender. E nem vale a pena chamarem-me púdica ou lá o que quiserem, porque nos meus bons tempos de adolescência as musicas também passavam na rádio, e a procura também existia, e vejam só, sem ser preciso fazer a tourné de lançamento em biquíni ou menos que isso.

Com o avanço que isto leva, qualquer dia passam mesmo só a fazer o vídeo porque a música em si deixa de importar.

Abençoado seja o youtube que ainda nos dá a hipótese, pelo menos a quem têm interesse, de ouvir as belas músicas anti-comerciais e sem estarem mais do que comidas pelas sociedade dos meus 15 anos. E agora, que venha a nostalgia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.