Fashion&Style

As malas da minha mala

8 Fevereiro, 2018

DSC_0001

Sou uma pessoa de manias. De várias até, e no meio de tantas, muitas delas estão associadas à organização e ao cuidado das minhas coisas. Desde os sapatos devidamente arrumados por secções e todos etiquetados, até ao armário completamente ordenado por cores e estações.

Hoje, venho falar-vos um pouco da arrumação que maior parte das mulheres que me rodeiam mais acham piada. A minha mala. Ou melhor, a arrumação da minha mala. Costumo trocar de mala todos os dias, consoante o look que vou optar para aquele dia e das situações a que vou estar sujeita, e como tal, acabo por mover os conteúdos da mesma de um lado para o outro imensas vezes.  A carteira, as chaves, os espelhinhos, os lenços, os batons…..enfim, uma imensidão de coisas que já sabemos que podemos encontrar na mala de uma mulher. Tudo nos faz falta e quando perdemos ou deixamos alguma dessas pequenas coisas nalgum lado, instalasse o pânico (já me podem imaginar a correr meio Mundo para tentar perceber onde deixei a bolsa do telemóvel).

Sim, eu sou daquelas pessoas que odeia perder seja o que for, ou até esquecer-me delas em casa, e por isso mesmo arranjei um método (como diria a minha querida Catarina) para solucionar esse problema. E resultou. Basicamente, começa pela alteração de hábitos lá por casa. Visto que troco de mala todos os dias, comecei a tirar todo o conteúdo das mesmas para uma gaveta antes de as arrumar devidamente. Assim está sempre tudo no mesmo sitio sem andar perdido por aqui e por ali.  Outra solução que arranjei, foi arranjar bolsinhas para tudo, quase como se a minha mala tivesse malas só para si. Uma bolsa para o telemóvel, uma para os documentos, outra para a cosmética que queiram transportar convosco para todo o lado e por aí fora. E claro, uma boa dica é começarem a aproveitar as próprias bolsas que as vossas malas têm no interior para colocar as chaves e outras coisas para que estejam sempre à mão e saibam sempre onde as encontrar.

Estas são as dicas que fazem das minhas malas diárias, um sonho da arrumação, com tudo sempre pronto a encontrar a qualquer hora e em qualquer situação. Nunca mais vão ser aquela que fica à chuva enquanto procura a chave do carro para abrir a porta, aquela que deixa a carteira na bancada da cozinha e só repara quando já encheu o deposito do carro ou aquela que encontra um caramelo já meio derretido com meio ano dentro dos confins da sua mala. Experimentem e digam-me se funciona tão bem com vocês como funciona comigo. É tudo uma questão de mudança de hábitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.