Life

Ainda sobre o Instastories de ontem.

22 Fevereiro, 2018

Eu não falo para o Mundo internauta sem ser em Inglês. Eu não mostro o rosto sem ser em fotos completamente estudadas e com sorrisos preparados. Eu não faço tutoriais porque vou sempre achar que não sei o que estou ali a fazer. Eu sou assim. Uma pessoas cheia de medos quando se trata de enfrentar um público, seja ele virtual ou real. Desde sempre, por medo de “não agradar aos gregos e aos troianos”.

Cheguei em tempos a gravar um tutorial completo de uma maquilhagem, que após o tempo de gravação, edição e falas, simplesmente o apaguei. Após ver tudo aquilo junto, achei que estava a fazer uma bela figura e que ninguém merecia por os olhos naquele vídeo. Nem era a maquilhagem que era má, apenas a junção das minhas falas com o meu rosto, com as minhas técnicas, com a exposição toda que estava a acontecer, perdi a coragem e lá se foi o vídeo. Podia pelo menos ter sido inteligente o suficiente para perder a coragem antes do trabalho todo, mas não.

O mês passado, venci os nervos por um pouquinho e toca de fazer um vídeo no Instagram, com a modificação de uns sapatos que comprei em saldos na ZARA. O vídeo saiu para as redes sociais, mas comigo a falar em Inglês, que sejamos sinceras, apesar de não ser a minha língua mãe, é como me sinto mais confortável a falar. Fui criticada por o fazer e achei que não valia mesmo a pena dedicar-me a este tipo de coisas.

Ontem, após olhar pela milésima vez para o saco das ofertas das marcas, ainda junto ao chão do meu quarto, fiz a mim mesma um ultimato, que se baseava em estar proibida de arrumar aquelas coisas todas nos respectivos espaços na minha casa de banho sem antes as mostrar nos vídeos do Instagram. Tive este pensamento por volta das 9H  da manhã, e até há hora de almoço andei para trás e para a frente a fazer muitas outras coisas cá por casa, pensando que talvez já não desse neste dia, talvez a luz já não fosse suficiente àquela hora, e muitas outras desculpas que normalmente acabam por ganhar. Finalmente, por volta das 13H, expus os meus produtos todos em modo bonito e cá vai disto. E em Português.

Gravei, vi, não apaguei e publiquei. E venci em medo. E não me importei com os “gregos e troianos” desta vida prontos a criticar seja o que for. E depois disso ainda fiz um post por aqui muito mais fofinho e dedicado sobre o mesmo assuntos dos vídeos.

Hoje, vim aqui contar-vos as minhas peripécias relacionadas com a timidez de me expor ao Mundo, e em como em pequenos passinhos, vou contornando essa rotunda.

  1. Gostei da tua partilha, eu compreendo um pouca a tua posição. Para mim é estranho falar e ouvir a minha voz num video. Se estiver pessoalmente não me importo nada, mas ando a combater o “gravar videos”. Acho que fizeste muito bem, e é esse o caminho, nunca iremos agradar toda gente, por melhor que tentemos ser.

    Beijinho
    http://pearlsandpeanuts.pt
    Tânia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.