Beauty

Ahhh a vontade! E o medo também!

17 Agosto, 2015

Escusado será dizer que sou uma pessoa de pancadas, e que de vez em quando lá tenho uma ideia vinda nunca se sabe muito bem de onde e pronto, temos o caldo entornado durante umas boas temporadas. Ou porque não me calo com isso, ou porque pesquiso o assunto em todo o lado. E desta vez não é diferente, o problema é que a pancada me dá um medo de morte, até porque ao contrário da maioria das minhas pancadas que costumam envolver roupa, sapatos, decoração, animais ou mudanças de vida extremas (que nunca se chegam a realizar), desta vez, a pancada passa mais por assuntos capilares. E com isto dito já sabem que é assunto sério.

Ora bem, o meu cabelinho louro (abençoado sol e abençoado Sunkiss Jelly da L’oreal) e comprido cheio de ondinhas, ou lá o que lhe queiram chamar, são quase como a imagem de marca da minha pessoa, mas ultimamente, e não sabendo mais o que fazer com ele naqueles dias péssimos de “bad hair day”, deixei-me levar pela imaginação e fui pesquisar cortes de cabelo ao Pinterest. Estraguei o cenário todo.

Por alguma razão, eu, que sempre amei cabelos compridos, estou agora perdida de amores pelo corte de estilo Long Bob, ou “Lob”, como preferirem chamar

Welp- just found myself in Pinterest - weird. If you want a sweet ombré call Shandy at Halo Salon.

Inspiração Long Bob Hair, o corte médio super moderno que está fazendo a cabeça das mulheres (e em breve a minha!).

What’s Next After Ombré: The Hair Color That Lasts 6 Months

By Tayler Hough. #ombre #bob #lob  @Bloom.COM

São leves, frescos, femininos, fáceis de trabalhar, e foram sem dúvida o corte estrela do verão. E estando eu cheia de vontade de fazer coisas novas e até de sair um bocado da rotina, fiquei com uma vontade louca de me atirar de cabeça e finalmente cortar mais do que os dois dedos de pontas estragadas. Mas como nada nesta minha cabecinha é assim tão simples, eis que vem o meu lado racional dizer-me, ou relembrar-me que eu morro de medo de cabeleireiros e que provavelmente me iria arrepender no minuto seguinte, tendo assim enormes ataques de pânico (quase que imagino o cenário).  Este meu medo só se deve exclusivamente a uma coisa: A cor. A bela da cor dourada nas pontas do meu cabelo que tanto trabalho me deram a conseguir e todo o tempo que o processo demorou. Cheira-me que fosse cá daquelas pessoas corajosas que começam a pintar o cabelo aos 12 anos, que por esta hora já me tinha enfiado num salão de beleza para cortar o cabelo e cometer mais riscos capilares.

Mas essas aventuras não são de todo comigo e não me parece que isso acabe por mudar tão cedo. E mesmo depois de me relembrar da minha fobia a esses ditos senhores/senhoras que gostam de manejar tesouras contra os nossos lindos fios de cabelo, continuo com uma vontade enorme de experimentar um lindo, fluido e fresquinho  “Long Bob”.

Como vamos a caminho do Inverno, pode ser que acabe por mudar de ideias, ou me dê uma pancada diferente. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.