Serei a única a achar que isto não faz muito sentido?

Segundo as noticias que fui lendo por aí, parece que o meu pequeno peugeozinho não está autorizado a circular em certas zonas de Lisboa. Ora, secalhar para quem conhece Lisboa, a coisa até é facil, agora para quem não sabe sequer entrar dentro da capital sem GPS, a coisa torna-se extremamente estupida e ridicula.
Parece então que os carros com matriculas anteriores a 2000 (e aqui se inclui o meu pequeno peugeot) não podem circular do eixo da Avenida da Liberdade até á Baixa (alguém que me diga onde é que isto fica ao certo) e os carros com matriculas anteriores a 1996 não podem circular pela Avenida de Ceuta, o Eixo Norte-Sul (havia de ser bonito), a Avenida das Forças Armadas, Estados Unidos, Marechal António Spínola e a Avenida Infante D. Henrique.
Portanto, o dilema é mais ou menos este: Ou compras um carro melhor e mais caro, ou não te atrevas a entrar em Lisboa. Basicamente é isto.
Dizem eles que isto é a favor do ambiente e coiso e tal, e por isso tiveram a excelente ideia de criar a ZER (Zona de Emissões Reduzidas), criando zonas para várias etapas de matriculas e tudo. Uma coisa assim bem á maneira. A mim só me parece uma zona de contenção ou coisa do género.

Passo a notificar, que agora na zona 1 não podem circular veiculos com matriculas anteriores a 2000 e não a 1996 e na zona 2 não podem circular matriculas anteriores a 1996, ao contrario de 1992 como mostra a imagem. Mas a teoria (da treta) é a mesma. 
Se querem ajudar o ambiente, secalhar deviam começar pelas causas de maior risco, tal como fábricas e afins, e deixar os carrinhos em paz. 
Se eu já não gostava de andar por Lisboa, agora muito menos, não vá entrar numa zona restrita ao meu meio de transporte. –‘



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.