Onde esconderam os médicos Portugueses?

A saúde não é coisa a que costume dedicar muito tempo, tanto que cheguei a receber daquelas cartinhas fofinhas vindas não sei bem de onde a informar que caso não tivesse uma consulta dentro de não sei quanto tempo, perdia o meu médico de familia. Isto porque já não tinha qualquer tipo de contacto com aspectos médicos (consultas e afins) há coisa de 8 anos. se formos a ver, isto ainda é considerado uma temporada extensa. E parece que durante estes 8 anos longe de médicos e consultas, muitas coisas mudaram nesse ramo, incluindo os ditos médicos. 

Este mês, já fui a pelo menos 3 consultas (porque quando crescemos temos de ter cuidado com certas coisas, vá) e em todas elas, a única coisa em comum era o facto de não ser atendida por senhores doutores ou doutoras Portuguesas.
Tudo muito bem sim senhor, temos de oferecer postos de trabalho a quem precisa. Mas o problema aqui, está em ter de aprender, ou pelo menos levar comigo uns quantos dicionários de diferentes linguas (não sabendo a nacionalidade do médico que me vai calhar) e tentar decifrar cada palavra que vai saindo da boca das criaturas. Não é tarefa fácil. Ou então sou eu que como não estava acostumada a estas andanças, ainda não me habituei á coisa. Mas a minha grande questão no meio disto tudo é, como não podia deixar de ser, onde raio enfiaram os médicos Portugueses? Por onde andam essas alminhas, que apesar de não se perceber a sua dita assinatura (imagem de marca dos doutorados) ainda dava para perceber alguma coisinha do palavriado. Com o que temos agora nos gabinetes médicos a dar consultas, não nos safamos nas assinaturas nem nos tratamentos que os nossos tão dedicados médicos estrangeiros se esforçam por nos explicar. Isto está bonito está. Portugal, cada vez me fazes mais comichão atrás das orelhas. 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *