Outros

Neura dos Km diários.

26 Janeiro, 2015

Todos os dias é a mesma coisa, e aquele caminho que antigamente servia de antecipação de visitar um centro comercial, são agora doloroso kilometros que acabamos por fazer todos os dias. São á volta de 40 KM para ser mais precisa,  no caminho de ida e volta.  E apesar de nao querer ser uma má condutora, ultrapassando limites de velocidade ou tornando-me mais agressiva com os condutores á minha frente que fazem um esforço para se manter na linha e dentro da lei, acabo sempre por ultrapassar quase todos os limites que consigo e que obviamente não devia, excessos esses que já me valeram duas multas por excesso de velocidade. Mas para quem faz imensos kilometros todos os dias para se dirigir ao trabalho, sabe do que estou a falar.
Não há musica, ou companhia que torne o caminho mais interessante e que custe menos a passar. Acho que o próprio carro já se habituou de tal maneira durante 3 anos que muitas das vezes parece que ja nem tenho de o conduzir. Já vai em modo automático durante um ou outro quilómetro. Para vos ser sincera, metade do caminho já nem me lembro de o fazer, de tão automática que a coisa se tornou. E para quem conduzir, era um alivio e uma expressão de liberdade, agora é apenas aborrecido de morte. As consequencias disto são nada mais nada menos do que uma neura descomunal durante coisa de meia hora, onde me torno numa pessoa horrivel que não aconselho ninguem a chegar perto, de tão rabugenta que fico. Todos os dias sonho com a criação de um botão de teletransporte,  ou coisa que o valha,  que nos fizesse chegar ao destino em questões de segundos. Aí sim, a neura nem tinha espaço para existir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.