Globos de Ouro em Português! – Versão “eu chego aos calcanhares de Hollywood”.

Mas vá, nem de coisas más o Português é feito e há quem aposte em coisas boas, bonitas, e com qualidade de passadeira vermelha. Vamos passar dos que fazem doer aos olhos, para os glamorosos, bonitões e a chegar aos calcanhares das vestimentas da passadeira vermelha. 
Raquel Strada
Este vestido fez o meu coração cair de joelhos e render-se sem dó nem piedade. é bonito, é elegante, é branco (e eu tenho uma tara pelos brancos) e é tudo o que é suposto um vestido de gala ter. Não sei quem é o criador desta obra prima mas está de parabens. 
Leonor Seixas
Acho que alterava a maquilhagem e o penteado, mas no geral gosto mesmo muito do modelito. 
Carolina Patrocinio
Acho que é a primeira vez que vejo um decote destes na fofinha da Carolina, que não a deixe com ar de homem musculado. E só por isso, e pelo look de actriz de cinema de hollywood tem todo o meu apoio. Lá esta, por vezes o menos é mais. Aprendam criaturas.
Maria João Bastos
Ora aqui está. Se bem que acho que já vi este vestido em algum lado, a esta mulher tudo lhe fica bem e raramente falha. Não há muito a dizer. Simplesmente uma senhora dona Diva, sem a atitude acho eu. 
Iva Domingues
Simples, branco e muito, muito clássico. Toda a gente devia meter os olhos na Iva e aprender com os mestres. 
Débora Monteiro
Ainda que a Nicole Kidman já tenha aparecido com algo muito semelhante, devo dizer que foi uma muito boa aposta, sim senhora
Lili Caneças
Não gosto da criatura em si, não gosto da maquilhagem, do cabelo e muito menos da quantidade de plásticas que a mesma trás sempre a acompanhar, mas temos de dar o valor a um bom vestido quando vemos um no meio de tanto falanço, e sim, este é um vestido fantastico adequado á idade da senhora em questão. Nem tudo pode ser mau.
Liliana Santos
Arriscou, apostou e acertou. Cláudia Vieira, mete os olhos na Liliana, que se inspirou nas tuas vestimentas anteriores para brilhar como deve ser e pela positiva nesta passadeira vermelha. 
Catarina Morazzo e Jorge Ortiga
Gosto, gosto, gosto e gosto. Sem exageros, com cor, com transparencias, com rendas e tudo muito bem equilibrado. Sim senhora, dou-lhe nota 10.
Diana Pereira
Ora aqui está uma aposta que se podia ver nas passadeiras vermelhas das galas mais sofisticadas lá de fora e que vencia tudo sem dúvida. É simplesmente fantastico e fica lindamente na pequena Diana. Um toque de modernismo bem apostado pode fazer maravilhas por um vestido. 
Luísa Barbosa
Aqui a fofinha da Luísinha decidiu dar numa de Charlize Theron e o seu Dior amarelo no festival de Cannes 2015. Mas não está nada mal e acabou por saber utilizar muito bem esta cor que nem sempre á fácil. Acho que só mudava um pouco o estilo do penteado, para algo um pouco mais jovem e romantico.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *