Então e nós pah?!

Ora muito bem… é já considerado o filme mais visto do ano e ainda só está nos cinemas há umas semaninhas. Falo obviamente da Velocidade Furiosa 7, e como não podia deixar de ser eu já faço parte daqueles milhares de pessoas que já conseguiram bilhetes para ver.
Mas não se assustem que não venho para aqui dar numa de “Spoiler” e contar-vos o que se passa durante aqueles 90 minutos de filme (se é que ainda não viram o mesmo, o que eu acho dificil).
Durante todos os filmes da saga, as coisas estavam sempre relacionadas com as belas das corridas de carros e por alguma razão ás beldades que se apresentavam sempre em trajes menores nessas mesmas corridas.
Pois, a minha questão é esta: Porque raio é que as corridas de carros estão associadas a modelos anónimas a arrastarem-se juntos aos carros topo de gama, vestidas como se fosse sempre os dias mais quentes de verão? Sendo eu, uma feminista romântica que gosta sempre de puxar a sardinha á brasa das mulheres, não percebo porque é que de vez em quando não pode existir uns belos de uns marmanjos cheios de abdominais, triceps e sei lá mais o quê completamente definidos a rondar os belos dos pópós de alta categoria, enquanto as mulheres ganham aquilo tudo á mão cheia. É certo que nos vários filmes aparecem inumeras senhoras a conduzir as ditas viaturas, mas se formos bem a ver a coisa de uma forma geral, aquilo não passa de um mundo de homens onde as mulheres apenas entram se tiverem um grande par de airbags dianteiros (se é que me faço entender) e uma traseira algo semelhante ao rabo da Kim Kardashian.
Mas não falando do mundo de homens que as corridas de carros foram acabando por se tornar, e voltando ao filme de uma forma mais concreta, eu cá acho que as mulheres que pagaram bilhetes para ver toda a saga, deviam pelo menos vislumbrar uns abdominaizinhos dos senhores. Pode ser dos condutores vá, já não peço muito. Mas podiam fazer esse favor ás senhoras não é verdade? Também merecemos.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.