Outros

As coisas boas que o trabalho tem.

9 Abril, 2015

Adoro sem dúvida o trabalho que faço, ou pelo menos grande parte dele. É certo que há dias em que as coisas não são fáceis tal como em qualquer outro lado, mas tudo o que tenha a ver com maquilhagem acaba por me dar a volta e tornar o meu dia um pouco mais alegre.

Aqui há coisa de dois dias, estive a dar uma aula surpresa de maquilhagem a uma menina que fazia apenas 13 anos. Quase que conseguia ouvir o meu pai a gritar-me ao ouvido o porquê de estar a ensinar tudo aquilo a uma menina que ainda devia estar a brincar com bonecas (era o que eu fazia por esta altura), mas ao contrário do que possam pensar, esta menina até me deu a volta á cabeça e mesmo no bom sentido. 
A infância nos dias de hoje acaba extremamente cedo, e a adolescencia quase nem tem tempo de começar. Meninas de 14, 15 anos pensam ou tentar ser apresadamente mulheres e acabam por perder tudo aquilo que está suposto nestas idades, Querem logo partir para as relações amorosas, que por sua vez trazem os desgostos amorosos, as saídas á noite até altas horas da madrugada a fazer sabe-se lá muito bem o quê, as roupas produzidas como se já tivessem 20 anos e muitos outros que sabemos perfeitamente que nos enervam de morte. Hoje em dia acho estranho ver criaturas de 15 anos que parecem muito mais velhas que eu, que jé vou a caminho dos 24. É apenas estranho. 
Mas esta menina, que já é uma activista nas contas de Instagram e Twitter, apesar de ter uma paixão por este mundo que me fez apaixonar profundamente, toumou a decisão de continuar a ser menina. E isto dito mesmo pela boca da mesma. Acho que naquele momento me emocionei mesmo á séria, fazendo um esforço para não deitar uma lagriminha de felicidade pelo respeito que aquela pequena menina demonstrou pela arte que tento aperfeiçoar todos os dias. Ela apenas queria aprender a fazer tudo, com muita classe e tudo o que fosse apropriado para a sua idade, Ainda me mencionou que tem em casa um baton roxo que achava lindo lindo, e mal podia esperar mais uns aninhos para o usar. Perdi-me de amores por esta criança que não quer ser mais do que aquilo que realmente é. Porque no fundo ela ainda é uma menininha adorável que usa vestidos florados e laços na cabeça. 
É nestas altura que realmente avalio o quando o meu trabalho pode ter as suas coisas bastante boas e como pode mudar o meu estado de espirito com apenas um pormenor tão simples. Aquela menina fez o meu dia e sabe Deus como eu gostava de fazer passar a mensagem desta pequena criança e a humildade que ela transmitia a todas as outras crianças da idade dela que fazem tudo para ser muito mais do que devem hoje em dia. 
Neste dia fiquei cansada, mesmo muito, mas extremamente realizada e feliz. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.